Cronograma capilar para cabelos cacheados: aprenda a identificar se o produto é para hidratação, nutrição ou reconstrução

Cronograma capilar para cabelos cacheados: aprenda a identificar se o produto é para hidratação, nutrição ou reconstrução

Olá, belas! Tudo bom com vocês?

Vai fazer seu cronograma? Aprenda a identificar se o produto é ideal para hidratação, nutrição ou reconstrução, afinal essa informação é fundamental na hora de garantir a beleza e a saúde dos fios!

No nosso dia a dia é comum que os cabelos sofram danos que requerem cuidados maiores do que uma hidratação a cada quinze dias. Todo cuidado deve estar concentrado na reposição de componentes perdidos que deixam, com o tempo, os cabelos sem vida e difíceis de finalizar.

O que é Cronograma Capilar?

O cronograma capilar é uma série de tratamentos agendados onde há uma variação no tipo de produtos que irão estimular a reposição das substâncias necessárias para manter a vitalidade e a estética dos seus cabelos. Cada produto será responsável por uma ação diferente e é justamente por isso que os profissionais recomendam para qualquer tipo de cabelo e os seus cachos merecem toda atenção, né? Fique atenta aos próximos tópicos e entenda como funciona a sua rotina de cuidados a partir dessa prática.

TESTE DE POROSIDADE

Antes de qualquer tratamento, você precisa fazer um teste de porosidade para se certificar do quanto o fio do seu cabelo consegue absorver a água e as substâncias do produto que serão usados no cabelo. A porosidade pode ser baixa, média ou alta. E cada tipo deve merece o cuidado de tratamentos específicos.

Passo a passo do Teste de Porosidade Capilar

É muito simples! Você vai precisar apenas de um copo com água e um  único fio do seu cabelo. Não precisa arrancá-lo. Passe as mão nos cabelos até que um fio fique em suas mãos ou passe um pente ou escova. É importante que os seus cabelos estejam limpos no dia do teste.  

Você vai colocar o fio dentro de um copo cheio de água filtrada e esperar por 10 minutos. Para identificar se sua porosidade está baixa, média ou alta, fique ligada em cada tópico:

– Fio afundou no copo = alta porosidade.

– Fio não afundou e ficou no meio no copo = média porosidade.

– Fio boiou e ficou na parte de cima do copo = baixa porosidade.

Baixa, Média ou Alta: o tratamento ideal para cada tipo de porosidade

Cabelo com alta porosidade: os fios bastante danificados e porosos precisam de reconstrução.

Cabelo com média porosidade: ótimo, os fios estão saudáveis e conseguem absorver a água e os tratamentos. Para mantê-los assim, foque na nutrição.

Cabelo com baixa porosidade: atenção porque as cutículas estão muito fechadas, o ideal é focar na hidratação. A dica imperdível é lavar os cabelos com água morna para que as escamas se abram e ajude na penetração do produto.

Etapa 1: Hidratação

Essa etapa tem a tarefa de fazer uma reposição de água aos nossos fios. Então, toda ação estará focada nos componentes que têm esse princípio ativo: vitaminas, vegetais, frutas, açúcares, etc. Sabendo disso, a sua máscara de hidratação será composta por um desses itens. Para não haver dúvida, se o seu cabelo está com um aspecto ressecado, áspero e sem brilho, ele precisa de hidratação.

Etapa 2: Nutrição

Nutrir os seus cabelos, nada mais é do que repor a oleosidade natural dos seus fios.  Quer saber quais são as máscaras com ação nutritiva? Fique atenta para as que trazem nos seus componentes todos os tipos de manteiga: carité, cacau, etc. – além de óleos puros e vegetais: óleo de côco, de oliva, de argan, de amêndoas, etc. Como saber se você precisa de nutrição capilar? Fácil, basta observar se os seus fios estão secos, com excesso de frizz, sem definição e com aspecto áspero. O resultado dos seus cachos após a nutrição é incrível porque eles ficam definidos!

Etapa 3: Reconstrução

Essa etapa tem um poder que impacta diretamente na saúde dos cachos fazendo que com que o visual se mantenha positivo a longo prazo porque ele devolve a massa, ou seja, a vitalidade e a força para o fio. Inclusive, a importância dessa etapa influencia num fator que muito nos interessa: o crescimento capilar.

A reconstrução é uma das etapas mais fundamentais do cronograma, portanto, fique atenta aos componentes que são responsáveis por este tratamento: creatina, queratina, arginina, colágeno, proteínas, cisteína, etc.  Quando a máscara é formulada com algum desses componentes, haverá reposição de força aos cabelos e você terá a garantia da reconstrução.

Quando precisamos de reconstrução capilar? Observe-se. Se o seu cabelo está fino, frágil, elástico, caindo muito e com pontas duplas… ele precisa (urgente) de reconstrução. Fique atenta!

Vale lembrar que por conta da sua ação potente, essa etapa tem uma tendência a deixar o seu cabelo um tanto rígido. É por conta disso que o indicado é fazer no máximo duas vezes por mês. A queratina em excesso costuma provocar um efeito contrário nos cabelos e tudo o que a gente mais deseja é um resultado perfeito.

Após dois ou três meses seguindo de maneira cuidadosa o cronograma capilar, faça um intervalo de uma semana para deixar o cabelo “respirar” e promover um descongestionamento dos fios. Após essa pausa, volte a repetir a sua rotina de cuidados e tenha o cronograma como um hábito necessário para manter os seus cabelos hidratados, nutridos e reconstruídos na medida certa.

Depois dessas dicas, fique atenta para o aspecto dos seus fios e comece a tratar o quanto antes para atender às necessidades deles. Depois de aprovar e amar os resultados tudo o que os seus cabelos merecem são várias selfies para registrar e compartilhar com suas amigas o resultado do seu cronograma capilar e estimulá-las a fazer também! Que tal começar hoje?!

Adicione seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão destacados com (*).